Conselho Português do Movimento Europeu Internacional (MEI)

Considerando que:

O Conselho Português do Movimento Europeu (CPME), enquanto membro do MEI, é uma organização que tem por fim promover o estudo e a efectivação de condições adequadas à prossecução da integração da Europa, pela aproximação e unidade política, económica e cultural dos Estados que a compõem;

Atualmente muito continua em aberto quanto ao futuro europeu;

É fundamental Portugal continuar a constituir uma voz presente na Europa;

Perante a complexidade dos novos desafios e problemas no campo geoestratégico e geopolítico, devem ser procuradas novas soluções;

O CPME deve reafirmar e aumentar o seu contributo, principalmente, através do envolvimento e dedicação dos seus membros, na defesa dos valores e princípios do projeto europeu em toda a sua diversidade e pluralismo.

Propomo-nos:

  1. Reforçar a ligação, intercâmbio e cooperação com o Movimento Europeu Internacional (MEI);
  2. Continuar a dinamizar o “site” e recorrer às novas modalidades de comunicação social;
  3. Actualizar a lista de membros do CPMEI e promover a inclusão de novos membros, nomeadamente de associações de carácter profissional, cívico, social, cultural, académico, de ONGs, assim como de outras associações municipais e regionais;
  4. Promover o debate europeu em Portugal, procurando o envolvimento e cooperação com outras entidades.
  5. Entre outras iniciativas, prevê-se a organização e/ou participação em conferências, colóquios e outras reuniões, assim como a organização de debates periódicos, com um orador/a convidado/a.
  6. Colaboração comos organismos oficiais e com os/as embaixadores/as dos países da União europeia, nomeadamente com os que assumem as Presidências para colaboração em iniciativas próprias ou conjuntas com o CPME.
  7. Incentivar a produção de conhecimento sobre temas europeus, nomeadamente, contribuindo para a publicitação de trabalhos académicos produzidos nas universidades portuguesas, bem como apresentar e publicar “policy papers” e “policy brefs” sobre a atualidade europeia.
  8. Propor ao MEI que promova o tipo de informação mencionado no ponto anterior entre os diferentes membros nacionais e que o assuma no seu próprio “site”;
  9. Conferir, anualmente, uma distinção simbólica ao melhor trabalho publicado em Português sobre temas europeus. Para a constituição do júri, o CPMI recorre aos seus próprios membros, independentemente de fazerem ou não parte dos órgãos sociais.