Apresentação

Celebram-se em maio os 70 anos da Conferência de Haia, momento fundador do Movimento Europeu e muitos são os motivos de satisfação para o conjunto dos europeus e, em particular, para os que fazem parte da atual União Europeia.
Continuamos, é certo, a enfrentar novos desafios nas áreas da consolidação da União económica e Monetária, da segurança e defesa emigração, integração cultural e criação de novas perspetivas financeiras, baseadas ou não na criação de impostos europeus, ou, porque não, numa verdadeira União orçamental.
Mas, como acontece em todos os grandes empreendimentos humanos, o caminho até agora seguido não tem sido isento de controvérsia, discussão e mesmo, em muitos locais e comunidades, de forte contestação política, social, económica e cultural.
Sabemos também que é neste contexto de encruzilhada, de aparente ou manifesta divisão, sobre o caminho a seguir, que a Comissão acaba de lançar o Livro Branco sobre o futuro da Europa.
O propósito, mais uma vez, é dar a palavra aos europeus para escolherem cinco cenários possíveis para o seu futuro: desde a opção de continuar na mesma até à regressão ao modelo inicial de mercado único, passando pelo aprofundamento e fortalecimento dos laços políticos e jurídicos, a caminho de uma verdadeira União Política.
Estamos, assim, colocados perante um debate crucial, não só para o futuro da Europa democrática, livre, pacífica e solidária, como também e sobretudo para o nosso futuro como portugueses.
Naturalmente, o Conselho Português do Movimento Europeu com todas as suas limitações, mas também com o seu otimismo e empenho vai, ao longo dos próximos anos, continuar a participar no centro deste debate, bem como acompanhar as suas consequências, quer em Portugal quer na Europa.
Para nós, Movimento Europeu em Portugal, só uma Europa unida no essencial, forte nos seus valores e fundamentos, ainda que diversa e plural no quotidiano de cada um dos seus membros, assegurará e consolidará o sonho dos seus fundadores que se reuniram, faz agora 70 anos em Haia.

Os nossos objetivos para estes próximos quatro anos são os de sempre:

a) Cooperar nos trabalhos do Movimento Europeu Internacional, dando a conhecer os seus fins, programas, resoluções e recomendações;

b) Promover a colaboração, nas suas atividades, de forças políticas, económicas, culturais e sociais, bem como de todas as personalidades interessadas no Movimento Europeu Internacional;

c) Organizar contactos e intercâmbios de ideias e experiências, promover e participar em conferências, colóquios, congressos e outras atividades idênticas;

d) Promover a realização de estudos e a edição de publicações sobre temas relacionados com a integração europeia.

Programa e lista candidata aos Órgãos Sociais 2018-2022

Relatório e Contas 2018

Plano Atividades 2019